sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Carta...

Livro apresenta a história do O.k., palavra mais falada do planeta

O.k. foi usado pela primeira vez como brincadeira, em 1839.
Para pesquisador, a palavra é uma filosofia inteira expressa em duas letras.

“Oquei”, a palavra “mais falada e digitada do planeta”, surgiu como uma piada. Foi como uma brincadeira que um jornal de Boston criou, em 1839, a expressão “O.k.”, que designava “tudo certo” e que se propagou a ponto de ser reconhecida hoje em qualquer parte do mundo. A origem “improvável” e a trajetória do termo são objeto de um estudo recém-publicado nos Estados Unidos. Segundo o linguista Allan Metcalf, autor do livro “OK”, ela é a invenção mais sensacional da língua inglesa, e é difícil explicar por que é tão bem sucedida.

“O.k. é muito incomum, e palavras incomuns dificilmente entram no vocabulário popular. Foi uma combinação muito estranha de coincidências que ajudou essa palavra, que surgiu como uma brincadeira, a se tornar tão importante”, disse, em entrevista ao G1.

Para ele, o som da combinação dessas duas letras é muito importante, e até mesmo o formato de OK, com uma letra tão redonda e outra tão pontiaguda, ajudou a prendê-la no vocabulário. “Outras palavras semelhantes, como OW, que foi uma opção criada na mesma época, não têm o mesmo efeito e não chegaram tão longe”, disse.

O som, “oquei”, também foi responsável pela divulgação internacional do termo, diz. Seu som é importante, pois quase todos os idiomas têm letras que soam similares ao O e ao K, e aceitam bem a combinação das duas.

História e versões

Nos anos 1930, um jornal de Boston tinha o hábito de brincar com o idioma e transformar expressões em siglas, novas palavras compostas pelas iniciais. Junto a termos ilegíveis como W.O.O.O.F.C. (with one of our first citizens - com um de nossos primeiros cidadãos) e R.T.B.S. (remais to be seen - Ainda precisa ser visto), a edição de 23 de março de 1839 trazia pela primeira vez o termo “o.k. – all correct”. Era uma brincadeira que trocava as primeiras letras do “all correct” (tudo certo), de acordo com o som delas na palavra. Uma brincadeira que gerou a palavra “mais bem sucedida da língua inglesa”, segundo Metcalf.

Esta história do termo, reforçada pelo livro de Metcalf, já foi comprovada por diversos estudos nos Estados Unidos. Mesmo assim, ao longo dos mais de 170 anos em que O.k. foi usada, não faltaram pesquisas a divulgar versões alternativas para o surgimento da palavra. “A história é tão simples que às vezes parece insultar nossa inteligência. Faz com que precisemos de algo mais interessante, mesmo que não seja verdadeiro”, justifica o linguista.

Em seu livro, Metcalf apresenta nada menos de que 18 dessas versões, tanto nos Estados Unidos quanto em outros idiomas. A que mais o surpreendeu, contou, era uma que dizia que O.k. era uma variação de “okeh”, um termo indígena usado pela tribo choctaw como "está certo", no fim das frases. “Essa versão enganou muitos professores de renome, e isso foi uma coisa muito estranha para mim.”


Daniel Buarque

Do G1, em São Paulo

Em Alagoas, aluno do 3° ano não sabe dividir 8 por 4

‘Preciso da ajuda de um papel’
Evanildo da Silva Costa, de 18 anos, cursa o 3º ano do ensino médio na Escola Estadual Tavares Bastos, em Maceió. Ele não sabe como conseguiu chegar tão longe. O jovem, que sonha em cursar educação física, não sabe uma simples conta de dividir.
— Quanto é oito dividido por quatro?
— Não sei, preciso da ajuda de um papel — disse o estudante, que fez o vestibular da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e espera pelo resultado, que sairá em janeiro.
— Não sei como passei de ano. Algumas vezes, colei nas provas de matemática. Não entra na minha cabeça. É difícil.
Evanildo é o retrato das estatísticas. Levantamento do Pisa mostra que Alagoas está na lanterna quando o conhecimento avaliado é em matemática, leitura e ciências.
A Escola Estadual Tavares Bastos, onde Evanildo estuda, é considerada uma das melhores e mais disputadas do estado, modelo de inclusão de jovens com deficiência de aprendizado, como autistas e surdos-mudos.
Com 24 anos de profissão, a diretora da escola, Rosa Maria Lemos Barbosa, diz acreditar que o mau desempenho dos alunos alagoanos pode ser explicado por problemas como a falta de merendeira nas escolas:
— Os alunos chegam à escola com fome. E ao tentar estudar, vem logo o sono, a dor de cabeça e a dificuldade de aprender. Minha escola só tem duas merendeiras para 400 refeições por dia, juntando os três horários em que funciona. Dando condições aos alunos, escolas em tempo integral e amor, principalmente amor, nós sairemos do último lugar, com o pior ensino do Brasil — disse.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Evangelho do Dia

Jesus cura a pessoa no seu todo

Lc 5,17-26

Um dia Jesus estava ensinando, e alguns fariseus e alguns mestres da Lei estavam sentados perto dele. Eles tinham vindo de todas as cidades da Galiléia e da Judéia e também de Jerusalém. O poder do Senhor estava com Jesus para que ele curasse os doentes. Alguns homens trouxeram um paralítico deitado numa cama e estavam querendo entrar na casa e colocá-lo diante de Jesus. Porém, por causa da multidão, não conseguiram entrar com o paralítico. Então o carregaram para cima do telhado. Fizeram uma abertura nas telhas e o desceram na sua cama em frente de Jesus, no meio das pessoas que estavam ali. Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico:

- Meu amigo, os seus pecados estão perdoados!

Os mestres da Lei e os fariseus começaram a pensar:

- Quem é este homem que blasfema contra Deus desta maneira? Ninguém pode perdoar pecados; só Deus tem esse poder.

Porém Jesus sabia o que eles estavam pensando e disse:

- Por que vocês estão pensando assim? O que é mais fácil dizer ao paralítico: "Os seus pecados estão perdoados" ou "Levante-se e ande"? Pois vou mostrar a vocês que eu, o Filho do Homem, tenho poder na terra para perdoar pecados.

Então disse ao paralítico:

- Eu digo a você: levante-se, pegue a sua cama e vá para casa.

No mesmo instante o homem se levantou diante de todos, pegou a cama e foi para casa, louvando a Deus. Todos ficaram muito admirados; e, cheios de medo, louvaram a Deus, dizendo:

- Que coisa maravilhosa nós vimos hoje!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Evangelho do Dia

João Batista

Mt 3,1-12

 
Naquele tempo João Batista foi para o deserto da Judéia e começou a pregar, dizendo:

- Arrependam-se dos seus pecados porque o Reino do Céu está perto!

A respeito de João, o profeta Isaías tinha escrito o seguinte:

"Alguém está gritando no deserto:

Preparem o caminho para o Senhor passar!

Abram estradas retas para ele!"

João usava uma roupa feita de pêlos de camelo e um cinto de couro e comia gafanhotos e mel do mato. Os moradores de Jerusalém, da região da Judéia e de todos os lugares em volta do rio Jordão iam ouvi-lo. Eles confessavam os seus pecados, e João os batizava no rio Jordão.

Quando João viu que muitos fariseus e saduceus vinham para serem batizados por ele, disse:

- Ninhada de cobras venenosas! Quem disse que vocês escaparão do terrível castigo que Deus vai mandar? Façam coisas que mostrem que vocês se arrependeram dos seus pecados. E não digam uns aos outros: "Abraão é nosso antepassado." Pois eu afirmo a vocês que até destas pedras Deus pode fazer descendentes de Abraão! O machado já está pronto para cortar as árvores pela raiz. Toda árvore que não dá frutas boas será cortada e jogada no fogo. Eu os batizo com água para mostrar que vocês se arrependeram dos seus pecados, mas aquele que virá depois de mim os batizará com o Espírito Santo e fogo. Ele é mais importante do que eu, e não mereço a honra de carregar as sandálias dele. Com a pá que tem na mão ele vai separar o trigo da palha. Guardará o trigo no seu depósito, mas queimará a palha no fogo que nunca se apaga.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Sisu deve abrir inscrições por volta de 20 de janeiro

A secretária de Educação Superior do MEC, Maria Paula Dallari, disse nesta quarta-feira, em reunião em Niterói, no Rio, que o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) deve abrir inscrições por volta do dia 20 de janeiro.
Mais cedo, a secretária havia dito que a inscrição ficaria para última semana do mês, mas corrigiu a data na tarde de hoje.
O Sisu é o sistema adotado pelo Ministério da Educação que destina vagas em universidades, principalmente federais, a partir apenas da nota do Enem. As instituições colocam suas vagas à disposição do sistema e, quando o período de inscrições abre, os alunos podem se candidatar a elas. No primeiro Sisu do ano que vem, o MEC espera disponibilizar 83 mil vagas.
Parte dos alunos que fizeram o Enem nos dias 6 e 7 de novembro deverão refazer a prova porque um lote de um dos tipos de prova veio com questões repetidas ou faltando. A nova data de prova deve ser anunciada na próxima semana.

Em conversa vazada, relator do Orçamento admite mínimo de R$ 570

O relator do Orçamento no Congresso, senador Gim Argello (PTB-DF), admitiu nesta quarta-feira que existe margem para aumentar para R$ 570 o salário mínimo, apesar de a posição do governo ser fixar o salário para o ano que vem em R$ 540.
A afirmação foi feita em reunião fechada do conselho político da Presidência da República, que reúne líderes da base aliada no Congresso.
"Tem margem para aumentar um pouquinho o salário mínimo? Tem margem para aumentar um pouquinho. Agora, é o correto fazer isso? Porque, se aumentar para R$ 560, R$ 570, no repique do ano que vem vai bater perto de R$ 700. É o certo isso? Acho que é o certo. Mas o problema todo, e temos que avaliar, é que chegou um abaixo assinado de mais de 600 prefeituras dizendo que não dá para pagar", afirmou o senador.
Parte do áudio da reunião, cerca de 50 minutos, vazou para jornalistas na sala de imprensa do Planalto, no térreo, sem que nenhum integrante da reunião soubesse.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou do final da reunião. Entrou na sala, deu boa tarde aos integrantes do conselho e, imediatamente, o áudio foi cortado.
Gim Argello afirmou que recebeu um pedido do ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, para que o reajuste não passe dos R$ 540. O receio é pelo impacto do aumento nas aposentadorias.
"Quem tem que sentar e resolver essa equação é o ministro da Previdência, e ele me pediu: "Gim, fica no R$ 540, segura no R$ 540, e vamos ver o que é possível fazer, não é pelo salário, mas pela Previdência"", disse.
A linha geral do governo, representada, durante a reunião do conselho, nas falas dos ministros Paulo Bernardo (Planejamento) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais), e pelo líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), foi a de segurar o reajuste em R$ 540-- um arredondamento da previsão inicial de R$ 538.
A ordem da cúpula é não aprovar nada que represente despesas não previstas inicialmente.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Estudante potiguar é encontrado no RS após 13 dias desaparecido

Após passar 13 dias desaparecido o estudante universitário potiguar, Ramon Darwin de Araújo, de 23 anos, foi encontrado no município de Campo Bom, no Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (29). De acordo com o pai do estudante, João Araújo, o filho estava no Lar Beneficente Bom Samaritano desde o dia 17. “Segundo as assistentes sociais do lugar, quando meu fiho chegou lá ele estava meio atordoado, desorientado, não falava coisa com coisa, e estava com os pés machucados também porque ele andou mais de 10km para chegar lá. Então elas cuidaram dele, e quando ele voltou a si passou o número do telefone de uma amiga dele, eles ligaram e nós viemos busca-lo”, disse o pai.
Segundo João Araújo, o rapaz não deu muitas explicações do motivo do desaparecimento. “Ele me disse apenas que deu vontade de sair andando pelo mundo e ele colocou a mochila nas costas e foi”. Ramon estava bem quando se reencontrou com o pai, mas foi levado para um hospital de Porto Alegre para comprovar seu estado de saúde. “Ele está aparentemente bem, mas eu resolvi traze-lo para ter a certeza”, disse o pai.
O pai do estudante disse ainda que não sabe o que levou o rapaz a desaparecer dessa forma. João Araújo também afirmou que ficará no Rio Grande do Sul até que o filho esteja completamente bem.

Justiça Eleitoral não recebe denúncia contra Tiririca

A Justiça Eleitoral não recebeu denúncia oferecida pelo Ministério Público contra a candidatura de Francisco Everardo Oliveira Silva (PR), o Tiririca, a deputado federal. A decisão foi tomada na terça-feira (28) pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Rezende Silveira.

Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), o juiz entendeu que não há justa causa para a ação penal porque o tribunal não apontou nenhuma causa de inelegibilidade, inclusive analfabetismo, durante o processo de registro de candidatura. O magistrado baseou sua decisão no fato de que a legislação “não exige que os candidatos possuam mediano ou elevado grau de instrução, mas apenas que tenham noções rudimentares da linguagem”.

Na denúncia, o promotor Maurício Ribeiro Lopes apontou reportagem da revista “Época” que relata suspeita de que o candidato seja analfabeto. Para o promotor, a declaração de próprio punho apresentada ao TRE no registro de candidatura de Tiririca é falsa. “Se ele viesse à Justiça e mostrasse que sabe ler e escrever, seria absolvido”, afirmou.

Lopes, que entrou ainda com representações no TRE e na Procuradoria Eleitoral contra o candidato, diz que buscará outras formas de reunir provas e apresentar uma nova denúncia.

Por meio de sua assessoria, o PR informou que não comenta iniciativas do Poder Judiciário ou do Ministério Público.

Caicó: lideranças políticas tentam “comprar” votos com pedras de crack

Lideranças políticas de Caicó estariam tentando “comprar” votos com pedras de crack. A denúncia foi feita na manhã desta quarta-feira (29) pelo radialista e blogueiro F Gomes. Segundo o comunicador, pelo menos três lideranças, que trabalham para candidatos a deputado estadual, admitiram que vão tentar usar a droga como moeda para angariar votos no domingo (3), dia da eleição.

Segue a íntegra do post do blog de F Gomes.

“Uma fonte deste blog ouviu estarrecido uma conversa na manhã de hoje entre três “lideranças políticas” de Caicó.
Mesmo apoiando candidatos a deputado estadual, diferentes, eles planejavam uma ação semelhante.
Afirmavam que vão investir nos “noiados” de pelo menos três bairros da cidade.
Diziam que a moeda da compra de voto será a pedra de crack.
As três lideranças, segundo a fonte, dão como certa a facilidade de adquirir os votos através da droga.
Como os viciados em crack fazem de tudo para conseguir a droga, realmente os tais líderes sabem que poderão atingir seus objetivos.
É estarrecedor saber que numa campanha política um tipo de expediente desse também seja usado.
É no mínimo vergonhoso”.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

TRE apreende veículo com propaganda de João Maia e Kelps

Ônibus estava com placa vermelha, permissionário do serviço público, contendo adesivos com propaganda dos candidatos do PR.
A equipe de fiscalização da 3ª Zona Eleitoral, no final da tarde desta segunda-feira (27) apreendeu a documentação de um ônibus e a habilitação do seu condutor por propaganda ilegal. O veículo divulgava a foto dos candidatos da coligação “Por um RN Melhor”, João Maia e Kelps Lima, ambos do PR.

De acordo com o termo de constatação da 3ª Zona Eleitoral o veículo, tipo ônibus, seria apreendido por ter placa vermelha, permissionário do serviço público, contendo adesivos com propaganda dos candidatos a deputado federal e estadual, João Maia e Kelps Lima, respectivamente.

O veículo deixou de ser apreendido porque no momento da abordagem o mesmo apresentou uma pane ao tentar subir a ladeira da Avenida Djalma Maranhão, em Nova Descoberta, não tendo assim como deslocar até a sede do Cartório Eleitoral. Mesmo assim foram recolhidos o CRLV e a habilitação do condutor para a notificação dos candidatos supracitados.

A apreensão foi efetuada com amparo legal no artigo 11 da Resolução do TSE nº 23.191/2010 e art. 37, caput da Lei nº 9.504/97.


Censo 2010





Casal é proibido de fazer sexo à noite no Reino Unido


Reclamação de gemidos repercutiu na cidade.
Asmático, Alan Hay argumentou que sessões duram apenas 6 minutos
O casal de escoceses Alan e Fiona Hay está impedido pela polícia de fazer sexo entre 22h e 7h. Mesmo dividindo o mesmo teto e sentindo atração um pelo outro, eles são acusados de fazer muito barulho à noite.

Foto: Reprodução/The Sun

Alan e Fiona Hay: 'Televisão e sexo são nossos únicos luxos', diz ela, insatisfeita com proibição (Foto: Reprodução/The Sun)

Oficiais do conselho local foram até a residência dos Hay em Penicuik, na Escócia, e repassaram a reclamação dos vizinhos; mais precisamente de um menino que afirmou não conseguir dormir com os gemidos de Fiona.

O garoto teria levado a história para a sala de aula e sua professora fez o caso repercutir na cidade.

Alan foi até o órgão local para reclamar da proibição. "Nossas sessões de sexo duram de cinco a seis minutos. Isso não faz sentido, não gritamos", argumentou ele, que tem asma e sofre de epilepsia.

"Estou furiosa. Não faz sentido um homem e uma mulher serem proibidos de fazer sexo. Fazer amor e assistir televisão são nossos únicos luxos", bradou Fiona ao jornal "The Sun"

Inglês admite ter abusado sexualmente de burro e cavalo


Joseph Squires também é acusado de invasão de propriedade.
Homem de 66 anos será julgado em maio, na Inglaterra
Um homem de 66 anos de idade foi acusado de abusar sexualmente de um burro e de um cavalo em Leicester, na Inglaterra. 

Foto: Foto ilustrativa

Joseph Squires admitiu que fez sexo com um burro e um cavalo. (Foto: Foto ilustrativa)

Joseph Squires admitiu à côrte de Leicester que fez sexo com um burro em fevereiro de 1999 e também com um cavalo em março de 2004. O inglês responde processo por abuso de animais e invasão de propriedade. 

A defesa do homem argumenta que ele é uma boa pessoa e não tem um histórico ruim. Squires não tem endereço próprio e deve pedir abrigo para sua filha até o dia do julgamento, em 24 de maio deste ano.


Bingo de mulheres no Espirito Santo

Duas cartelas de bingo por R$ 5,00. O prêmio: uma mulher. O esquema funcionava em uma casa de prostituíção fechada pela polícia em Vila Velha, no Espírito Santo.

Os clientes compravam as cartelas e o vencedor ganhava um programa com uma das mulheres da casa, na Avenida Luziano das Nevez.

Um casal, responsável pela casa, foi preso, além de um homem, que foi detido por porte ilegal de arma.

- É uma inovação para uma casa de prostituição. É uma depravação. É fazer com que a pessoa se torne quase uma escrava - diz o delegado Alexandre de Toledo, responsável pelas prisões.

Edital de concurso causa revolta em veterinários

Em vez de alegria e expectativa pelo surgimento de mais oportunidades de trabalho, a publicação do edital do concurso público 001/2010, da prefeitura municipal de Encanto (cidade do Alto Oeste Potiguar a 413 km de Natal), gerou revolta em pelo menos uma categoria: os médicos veterinários. Tudo por conta da remuneração oferecida (R$ 510), considerada “vergonhosa” pelo presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) do RN, Francisco Ferreira Lima. De acordo com ele, o piso nacional da profissão é de nove salários mínimos por uma carga de 40 horas semanais. Como o concurso prevê 20 horas de trabalho, a remuneração oferecida está 4,5 vezes menor do que o mínimo previsto em lei.

andréia munford
Francisco Ferreira Lima critica a remuneração oferecida aos profissionais de veterinária nesse concursoFrancisco Ferreira Lima critica a remuneração oferecida aos profissionais de veterinária nesse concurso
O caso traz à tona o problema da baixa remuneração oferecida em diversos concursos, especialmente em municípios do interior. A insatisfação foi tamanha que o CRMV publicou Nota de Repúdio na imprensa local. “Sem desmerecer a todos os trabalhadores que recebem esse salário, mas em confronto a tantas outras categorias profissionais da área de saúde, que promovem o mesmo bem social, e que lhes foram ofertados salários bem superiores a esse valor, consideramos um desrespeito à categoria tão empenhada em defender a saúde pública, pelos conhecimentos técnicos com que exercem a importante função de defesa dos animais, da pessoa humana e do meio ambiente”, informa a nota.

O presidente Francisco Ferreira Lima admite até a possibilidade de ir à Justiça contra o salário ofertado no edital. “Vamos analisar os detalhes do documento com nossa assessoria jurídica, e a partir daí tomaremos uma posição. De qualquer jeito, recomendamos que nenhum médico veterinário se inscreva neste concurso. O profissional não deve aceitar salários nesse nível tão baixo”, afirma. Ele informa que o piso da categoria é definido pela lei federal 4950-A, de 1996. “É obrigação pagar pelo menos o piso da categoria. Com a carga horária de 20 horas semanais, o salário do médico veterinário deveria ser no mínimo 4,5 vezes maior do que eles estão oferecendo”, queixa-se. Por esse cálculo, a remuneração deveria ter sido fixada em R$ 2.285.

A tabela de salários mostra que, de fato, o vencimento do veterinário está abaixo do oferecido a outras categorias na área de saúde. Os médicos do Programa Saúde da Família, por exemplo, recebem R$ 5 mil por 40 horas; enfermeiros e dentistas do PSF, R$ 2.300 por 30 horas. Mesmo fora do Programa de Saúde da Família, que costuma oferecer salários melhores, o ganho do veterinário é menor do que os oferecidos aos fisioterapeutas (R$ 1000 por 30 horas) e psicopedagogos (R$ 1500 por 30 horas). Professores com nível superior, em áreas como Português, Matemática,  Educação Física, História e Geografia, receberão R$ 997,58, também por 30 horas.

O prefeito de Encanto, Alberone Néri de Oliveira Lima, estava na área rural do município e não foi localizado para falar sobre o assunto. A secretária de Administração, Maria Adriane dos Santos, afirmou que a Prefeitura não dispõe de recursos para pagar salários mais altos aos profissionais que venham a ser aprovados no concurso. Encanto fica no Alto Oeste Potiguar, na Microrregião de São Miguel, Zona do Sertão. O município ocupa uma área de 125 km2 e tem população estimada em cerca de 4.798 habitantes, dos quais 2.681 na Zona Rural e 2.117 na Zona Urbana. A economia tem base na agricultura e o nível médio de renda da população é de um salário mínimo, proveniente principalmente de trabalho braçal, comércio, pesca, serviços públicos, pensões e aposentadorias. Devido à dificuldade econômica, a Prefeitura admite que o município tem um “grande índice de migração” dentre seus moradores.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Serra, o homem que criou Deus.

Raimundo França[1]





Não me considero um homem tão religioso, mas assistindo ao Programa Eleitoral chego à conclusão que Deus foi criado por José Serra. Afinal, com certeza, ele inventou a Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). Serra criou o Céu e a Terra e colocou Deus para completar a realização.

Serra também tirou um tempinho especial para criar o Brasil, mas como Deus só faz coisas boas, aqui, ele criou todas as maravilhas que temos: um país com grande extensão litorânea e banhada por belas praias; lindas mulatas de Norte a Sul; sol o ano inteiro; um povo de grande capacidade inventiva e gentil; criou uma elite que há cinco séculos deleita-se em suas banheiras de ouro à custa do suor do trabalho dos mais pobres; criou boas estradas, boas escolas, grandes indústrias, bons hospitais, boas ferrovias; criou uma cidade ideal ao moldes de Platão ou da Cidade de Deus semelhante à de Santo Agostinho – São Paulo. Cidade em que tudo funciona bem...Saúde, Educação, Transporte, inclusive, o fluvial.

Todavia, como um bom Deus, Serra permitiu o livre-arbítrio, o que possibilitou a uma de suas criações imperfeita, isto é, Dilma ou a Eva, todos os infortúnios que assolam a humanidade, de corrupção à eventos cataclísmicos, como os que abalaram o Haiti, a Indonésia, New Orleans e outro mais. Ou seja, tudo que não funciona ou está errado é culpa de Eva.

Serra, também, como um bom Deus, criou o paraíso que ele carrega na Caixa de Pandora, de onde extrai toda a sua sapiência e as fórmulas para resolver os problemas provocados pelos pecados de Eva. Pecados que serão, pelo que apresenta em seu Programa Eleitoral, sanados depois pela sua passagem como ser encarnado de sua própria figura, isto é, Deus-Presidente.

Se a campanha durar mais um pouco, Serra revelará todos os segredos do Universo, inclusive, se há extraterrestres ou não.

Deus-Serra, só vos peço que não me envie para Plutão. A ciência diz que é insuportável o calor por lá. Desculpe-me, a Ciência também foi o senhor que a criou, né?

Portanto, assistindo ao Programa Eleitoral, eu não tenho mais dúvida: Serra é o homem que inventou Deus! Como o homem já matou Deus uma vez, eu prefiro ir nessas eleições de Eva. Afinal, pelo menos, reconheço em Eva sua figura de humana como eu e, portanto, suscetível ao erro.

[1] Doutorando em Ciências Sociais pela UFRN.


terça-feira, 31 de agosto de 2010

Concursos sob suspeita

Irregularidades abalam a credibilidade das seleções e prejudicam candidatos, que perdem tempo e dinheiro

Nos últimos anos, uma onda de irregularidades em concursos públicos abalou a credibilidade dos processos seletivos para órgãos de todas as esferas. Os maiores prejudicados são sempre os candidatos, cuja compensação mais comum é a simples devolução da quantia gasta com a taxa de inscrição, valor irrisório quando comparado ao que foi investido em apostilas, cursos preparatórios e meses a fio de estudos. Estima-se, em média, um custo da ordem de R$ 7 mil para cada ano dedicado à empreitada. Tanto esforço, no entanto, pode ser anulado por fraudes ou desorganização, problemas que se transformaram em um verdadeiro transtorno para os concurseiros.

Os casos mais conhecidos da presença de golpes ou algum tipo de mutreta estão sob a investigação da Polícia Federal. Pela Operação Tormenta, a corporação constatou fraudes em seleções como a da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Além desses, de 2009 para cá, dezenas de outros concursos tiveram irregularidades comprovadas ou estão sob apuração. A estudante C., que pediu para não ser identificada, foi uma das inscritas no concurso que previa 340 vagas para agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de 2007 e se viu frustrada com o cancelamento das provas após o vazamento dos exames organizados pelo Núcleo de Comunicação Eletrônica da Universidade Federal do Rio Janeiro (NCE).

"Eu me senti prejudicada, porque a nova data da prova, em 2008, coincidiu com testes para o concurso da Polícia Federal, que também participei", relata. Apesar de ter se dedicado durante meses em um curso preparatório para a PRF, C. escolheu a prova da PF por ter obtido a classificação anterior. Dependia apenas do teste físico, que a reprovou. "Tinha grandes chances na PRF, mas acabei sem vaga em lugar nenhum. Fiquei com a sensação de que em todos os concursos há alguém beneficiado ilicitamente", desabafa. Apesar da descrença, ela ainda persegue o sonho de se tornar uma servidora.TransparênciaA PRF está com outro certame paralisado, cujas vagas também são para agente. Dessa vez, a seleção foi organizada pela Funrio, que luta na Justiça após um pedido de rescisão do contrato devido a novo vazamento das respostas. A corporação policial deixou claro que não tem condições de tocar o certame se a organizadora não devolver os cerca de R$ 11 milhões arrecadados com taxas de inscrição. Enquanto isso, cerca de 110 mil inscritos continuam com o futuro incerto. Mas os problemas não afetam apenas os órgãos mais procurados. Em pequenas prefeituras do interior, as falhas são constantes.

De acordo com o promotor de Justiça do Maranhão Jorge Luis Ribeiro, as irregularidades são comuns em provas para as prefeituras do estado. Um dos casos recentes mais emblemáticos é o da cidade de Barra do Corda, que ofereceu 916 vagas em diversos cargos, mas está, atualmente, sob investigação do Ministério do Público devido a várias denúncias, entre elas, a suspeita de inexistência de uma sede física da empresa Sicope, organizadora da seleção. "As prefeituras precisam entender que a licitação não deve se resumir a escolher a empresa mais barata. É preciso avaliar a que oferece a melhor capacidade técnica", pondera Ribeiro.

Em Tocantins, a situação não é diferente. Os casos mais recentes envolveram as prefeituras de Guaraí e de Tupirama. Na primeira, o Ministério Público estadual recomendou mudanças no edital para corrigir pontos em que faltou transparência. Com relação a Tupirama, o pedido foi para anulação do certame, em resposta à acusação de que um número suspeito de aprovados estaria ligado à atual administração. As falhas incluem ainda exigência de requisitos para preenchimento de cargos não previstos em lei, realização de inscrições apenas na sede da prefeitura e experiência mínima de dois anos para o cargo de procurador, entre outras. Atualmente, o concurso está suspenso e as nomeações, impedidas.CredibilidadeNa avaliação da Fundação Universa, a principal causa para os problemas de segurança nas seleções é o cronograma apertado, que dificulta a solução de imprevistos. Entre os métodos adotados pela empresa, está a investigação social de todos os colaboradores, fornecedores e bancas pedagógicas, além da exigência do compromisso com o sigilo por meio de termos de confidencialidade. O abalo na credibilidade da lisura dos concursos vai além dos casos de fraude e leva muitos candidatos a questionarem até decisões judiciais, a exemplo do engenheiro mecânico André Sobral, 38 anos, morador de Recife (PE), que passou para agente federal da PF, em 2009, mas foi reprovado no teste físico.

"Fiz barras e salto. Depois, uma corrida de 12 minutos que começou exatamente às 12h30, sob um sol escaldante. Onde fica a isonomia, já que muitos fizeram a prova às 8h30, enquanto eu fiz no horário em que o sol está mais quente?", pergunta, indignado. Apesar de ter conseguido parecer do Ministério Público Federal, atestando o risco de morte súbita na realização da prova, a Justiça negou o recurso impetrado pelo engenheiro mecânico.

Para não deixar dúvidas quanto à lisura e combater as irregularidades, a vice-presidente da Associação Nacional de Apoio e Proteção aos Concursos (Anpac), Mariane Ferreira, reivindica um estatuto para as seleções públicas no país que tipifique os golpes como crime. "Infelizmente, devido à falta de regulamentação, muitos fraudadores acabam impunes", lamenta Mariane. 

Concurso Pode ser Suspenso

A procuradora da República Clarisier Azevedo Cavalcante de Morais ingressou na sexta-feira, dia 27, com ação civil pública pedindo a suspensão, em todo o território nacional, do concurso do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), realizado no dia 13 de junho e cujo resultado foi homologado em 1º de julho. Além disso, pede ainda a não-nomeação dos candidatos aprovados e realização de novas provas. Isto porque, a Portaria nº 362, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, autoriza a nomeação dos candidatos a partir de 1º de setembro 2010. Assim como no Pará, onde o concurso foi anulado nos locais em que houve irregularidades, a Procuradoria da República no RN irá investigar administrativamente uma série de problemas durante a aplicação das provas.

“Ao não disponibilizar os materiais indispensáveis para a realização do certame, houve violação ao princípio da legalidade. Além disso, os inscritos deveriam ter tratamento igual, obedecendo o princípio da igualdade que é direito fundamental”, destaca a procuradora.

As provas registraram diversos problemas, inclusive em Natal, quando as listas de presença e cartões de resposta não chegaram a tempo do início das provas e os representantes da empresa organizadora, o Instituto Cetro, avisaram que o material havia sido extraviado. 

Suspeita de fraude 

Outro processo que está suspenso é o  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).  Segundo coordenador de processo seletivo José Everaldo Pereira, a instituição aguarda o relatório final das investigações feita pela comissão de sindicância, para apurar denúncia de fraudes no certame realizado no dia  20 de junho, em Natal. O procedimento administrativo,  iniciado em 5 de julho, cruzou dados de todos os candidatos a fim de constatar se houve possíveis irregularidades. O processo seletivo destinado à contratação de 36 “Assistentes de Alunos” teve a participação de 8.900 candidatos. Caso seja comprovada, a Polícia Federal será acionada para realizar a investigação criminal.

Em junho deste ano, a Polícia Federal deflagrou a Operação Tormenta que culminou na prisão de uma quadrilha especializada em burlar certames, acusada de fraudar, inclusive o concurso da Polícia Federal. Além da prova da PF, a organização tinha acesso privilegiado às provas do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da segunda fase e do concurso da Receita Federal (auditor-fiscal/1994). 

Segundo a PF, a quadrilha aliciava as pessoas que tinham acesso ao caderno de questões, repassava as respostas por ponto eletrônico durante a prova e indicava uma terceira pessoa mais preparada para fazer o concurso no lugar do inscrito. Em alguns casos, os documentos e certificados exigidos também eram falsificados. Pela “aprovação”, os interessados pagavam de R$ 25 mil a R$ 150 mil.  A prova da OAB foi reaplicada com a banca modificada da Cespe para Fundação Getúlio Vargas. Os demais processos tramitam na justiça.

Prefeitura do RN oferece 114 vagas em concurso



A prova será aplicada no dia 31 de outubro, os locais e horários.

Prefeitura do RN oferece  114 vagas em concurso
A Prefeitura Municipal de Encanto, no estado do Rio Grande do Norte, abriu concurso público com 114 vagas. As oportunidades contemplam todos os níveis de escolaridade e oferecem remunerações que variam de R$ 510 a R$ 5 mil. Os novos servidores vão trabalhar de 20 a 40 horas semanais.

As chances são para as funções de gari, coveiro, jardineiro, motorista, agente administrativo, recepcionista, auxiliar de secretaria e eletricista, procurador municipal, médico, enfermeiro, professor em diversas áreas, veterinário e dentista.

Os interessados podem se inscrever entre os dias 8 de setembro e 3 de outubro por meio do site da empresa organizadora, a Acaplam, e também de forma presencial na sede da Prefeitura, localizada na rua Afonso Rodrigues, 48, Centro de Encanto/RN. O cadastro presencial termina no dia 1º de outubro. O valor da taxa de participação varia entre R$ 30 e R$ 50.

O processo seletivo será composto de prova objetiva para todos os cargos e de prova de títulos para os postos que exigem nível superior. A avaliação objetiva será aplicada no dia 31 de outubro, os locais e horários.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

AFRICANO DIZ TER DESENVOLVIDO GENITÁLIA FEMININA




Um homem no Malauí afirma ter desenvolvido genitália feminina. Jali Mateyu, de 25 anos, garante que os seus testículos estão desaparecendo. A sua esposa chegou a dizer que um órgão genital de mulher começou a aparecer a partir do ânus do marido.
"Dois anos atrás desenvolvi uma estranha carne humana no ânus e a minha mulher me disse se tratar de genitália feminina. Mas ela desapareceu. Só que em junho voltou. Meu pênis encolheu e depois desapareceu", contou o africano, segundo reportagem do "Morning Starr".
Desesperado, Jali contou que buscou ajuda de um curandeiro. O sujeito cortou o órgão genital feminino, que chegaria até a sangrar mensalmente, e cobriu o local com ervas. Semanas depois, um pênis voltou a nascer, segundo Jali.
"Mas ele é fraco. Não consigo fazer nada na cama", lamentou.
O africano diz ser vítima de magia negra. Ele acusa a sogra e o ex-marido da sua mulher de usarem feitiçaria contra ele.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Rosalba está sendo investigada sobre uso de verba pública em campanha

Vitória do Povo entrou com ação acusando democrata de pagar assessoria de imprensa com valor da verba indenizatória do Senado Federal.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai investigar denúncia de que a candidata do DEM ao Governo do Estado, Rosalba Ciarlini, usou a verba indenizatória do Senado Federal para o pagamento de despesas de campanha.
A Justiça Eleitoral foi acionada pelos advogados do candidato do PSB ao Governo do Estado, Iberê Ferreira, que acusam a parlamentar de ter usado verba no valor de R$ 15 mil/ mês para pagar as empresas de assessoria de imprensa que atuam na campanha da governadorável.
O desembargador Cláudio Santos determinou que as empresas apresentem as notas fiscais dos serviços prestados à senadora e solicitou ao diretor geral do Senado informações detalhadas sobre a prestação de contas da verba indenizatória de Rosalba.

[Ta pensando que é só no Brasil?] Estudantes dos EUA acham que Beethoven é cachorro.

Pesquisa mostra que atual geração não sabe que Alemanha já foi dividida em dois países

Os estudantes pensam que o compositor alemão Ludwig van Beethoven (1770-1827) é um cachorro; dálmata de filme infantil de 1992 tinha o nome do músico
A maioria dos americanos que está prestes a entrar na universidade só consegue escrever com letra de forma, acha que o e-mail é lento demais, que o compositor Beethoven é um cachorro e que o pintor Michelangelo é um vírus de computador. A conclusão é de um estudo divulgado nesta terça-feira (17) nos Estados Unidos.
Para os alunos secundaristas que se formam este ano, a Alemanha nunca foi dividida, os atletas profissionais sempre competiram nos Jogos Olímpicos, os "reality shows" sempre existiram na televisão e as companhias aéreas jamais permitiram fumar a bordo. Para eles, a Tchecoslováquia nunca existiu, segundo as respostas de uma pesquisa feita por acadêmicos da Universidade de Beloit.
Os estudantes também pensam que o compositor alemão Ludwig van Beethoven (1770-1827) é um cachorro. Essa geração cresceu assistindo o filme Beethoven, de 1992, que contava as estripulias de um cachorro dálmata batizado com o nome do músico.
A lista Mindset (modo de pensar) foi compilada pela primeira vez em 1998 a partir de perguntas feitas à geração que se formaria em 2002, pelo professor de Humanidades Tom McBride e o ex-diretor de relações públicas Ron Nief, da Universidade Beloit.
Criar a lista levou um ano, durante o qual Nief e McBride coletaram contribuições externas, estudaram minuciosamente jornais, trabalhos literários e a imprensa do ano de nascimento das pessoas que entraram na universidade em agosto ou setembro, início do ano letivo nos Estados Unidos.
O objetivo era lembrar às autoridades educacionais como as referências culturais se perdem rápido, mas acabou se tornando, rapidamente, uma popular lista anual que demonstra os conhecimentos de uma geração.
Geração de 1980 achava que só João Paulo 2º fora papa
Os nascidos em 1980 acham que só houve um papa, João Paulo 2º, que assumiu em 1978 e morreu em 2008.
Para os que chegaram ao mundo em 1981, a Iugoslávia nunca existiu. Eles não entendem por que se escreve com letra maiúscula o nome do sindicato Solidariedade, único independente na União Soviética e que conseguiu terminar pacificamente com o comunismo na Polônia, em 1989.
Os que nasceram em 1984 não tinham ideia de que algo como o apartheid existiu na África do Sul. Enquanto para os que hoje têm 29 anos, Mike Tyson foi "sempre um delinquente", os que são cinco anos mais velhos consideraram o boxeador "sempre um competidor", segundo Nief.

- Há dois anos, havia alguns estudantes que [disseram] que aprenderam datilografia em uma máquina de escrever, enquanto agora há alguns de 30 anos que não sabem que a IBM foi fabricante de máquinas de escrever.

Pesquisa mostra que Dilma venceria no primeiro turno; petista tem 45% dos votos

No levantamento, candidata do PT aparece com 45 %, contra 29% de José Serra.

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, ampliou para 16 pontos a vantagem em relação a José Serra (PSDB), segundo pesquisa Vox Populi divulgada nesta terça-feira (17). Dilma tem 45% das intenções de voto, Serra caiu e aparece com 29%. Marina Silva (PV) se manteve com 8% da preferência do eleitorado.
Levando em conta apenas os votos válidos - quando os brancos e nulos são desconsiderados - a pesquisa aponta para uma vitória de Dilma no primeiro turno.
A sondagem aponta que 12% dos eleitores estão indecisos, 5% votariam em branco ou anulariam o voto. Os outros candidatos não foram citados ou não pontuaram.
Sondagem divulgada nesta segunda-feira (16) pelo Ibope mostrava uma vantagem de 11 pontos da petista. Dilma apareceu com 43%, Serra com 32% e Marina com 8%. Levando em conta apenas os votos válidos, Dilma venceria no primeiro turno, segundo a pesquisa divulgada ontem.
A pesquisa mais recente do Vox Populi, divulgada no dia 23 de julho, Dilma aparecia com 41% e o tucano com 33% Marina também tinha 8% na pesquisa divulgada no mês passado.
A pesquisa foi encomendada pelo Grupo Bandeirantes e pelo portal iG e tem margem de erro de 1,8 pontos percentuais para mais ou para menos. Do dia 7 ao dia 10 de agosto foram entrevistados 3.000 eleitores e a margem de confiança é de 95%. A sondagem foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 22956/2010 no dia 7 de agosto.

Uso de paracetamol dobra o risco de asma em adolescentes, diz estudo

Tomar o remédio mensalmente pode causar ainda manchas na pele

Um estudo do Instituto de Pesquisa Médica da Nova Zelândia afirma que adolescentes que tomam paracetamol (remédio indicado para alivio de febre e dor) pelo menos uma vez por mês tem o dobro de risco de desenvolver asma. Já os jovens que usam o analgésico pelo menos uma vez ao ano, o risco aumenta em 50% comparado com aqueles que não tomam, segundo o estudo.
O estudo complementa que há evidências que ligam o uso do analgésico e asma, após pesquisa com adultos e crianças que sugeriram que o uso aumentou o risco de desenvolver a doença crônica.
Os cientistas acreditam que o medicamento pode causar mudanças no corpo que deixam crianças mais vulneráveis às inflamações e alergias.
A pesquisa liderada pelo médico Richard Beasley, do Instituto de Pesquisa Médica da Nova Zelândia, entrevistou 300 mil adolescentes, com idades entre 13 e 14 anos, em 50 países. Pela análise, foi descoberto que a maioria dos jovens já tinha tomado o remédio pelo menos uma vez ao mês, seguido de jovens que tomavam ao menos uma vez ao ano, e, em menor número, alguns que nunca haviam tomado paracetamol.
Para os jovens que tomam uma vez ao ano, o risco de ter um eczema (irritação da pele) chegou a ser 43% maior do que entre aqueles que não usam a medicação. Já os jovens que tomam o remédio mensalmente apresentaram mais que o dobro de chance de sofrer de rash (manchas semelhantes à urticária) na pele.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

CAMPEONATO DE FUTSAL DO SITIO JUAZEIRO APODI

I CAMPEONATO FRANCISCO DIASSIS DA COSTA



Acontecerá a partir do dia 09 de agosto de 2010 o I CAMPEONATO FRANCISCO DIASSIS DA COSTA, o evento acontecerá no sitio Juazeiro e tem como objetivo arrecardação de dinheiro para a construção da murada da quadra de esporte.Contará com a participação de oito equipes de Futsal, dentre elas estão:

* Juazeiro I- Confirmado

* Rio Novo- Confirmado

* Real Madri-Confirmado

* Ceará/Apanha Peixe-Confirmado

* Queimadas-Confirmado

* Paulista-Aguardando Confirmação

* Bernaldes-Aguardando Confirmação

* Firma ( Sitio Trapiá I )-Aguardando Confirmação

Os jogos acontecerão entre os dias 09/08 á 14/08, sendo realizado 3 jogos por noite, com inicio da primeira partida ás 19:15h.
O valor da inscrição é de R$100,00. As premiações das equipes vencedoras e o regulamento do campeonato será discutido na reunião realizada no dia 06 de agosto(sexta feira) as 19:30 horas na quadra de esporte da mesma comunidade.
As esquipes que estão á confirmar favor entrar em contato com o número (84)9405-5607/(84)3333-2554, falar com Rummening .

Nota: O campeonato está sendo organizado pela associação dos pequenos agricultores da comunidade do sitio Juazeiro, e está sob coordenação de Rummening Marinho.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Dois mil alunos estão sem vaga

Dois mil alunos estão sem estudar por falta de vagas na rede municipal de ensino desde o início do ano. Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte), com o primeiro semestre do ano letivo perdido, é impossível recuperar o conteúdo para essas crianças. “São alunos que perderam o ano porque a Secretaria de Educação não fez planejamento”, afirma Fátima Cardoso. Além disso, a prefeitura não paga o convênio para alunos estudarem em escolas particulares há quatro meses. Algumas escolas planejam paralisar o atendimento. A maior parte dos alunos é da educação infantil, de seis meses a quatro anos de idade.
O atraso no pagamento do convênio com escolas particulares, por parte da Secretaria Municipal de Educação, ameaça a continuidade do ano letivo de 4.779 crianças em Natal, além das duas mil que já estão fora da escola. O Programa Pré-escola para Todos está há quatro meses sem pagamento. Mesmo após seguidas promessas da Prefeitura, as escolas ainda não receberam o dinheiro e os diretores iniciaram uma articulação para paralisar alguns serviços, pela impossibilidade financeira de continuar atendendo às crianças do convênio municipal. Uma escola parou as aulas e mais duas devem aderir até quinta-feira, caso o dinheiro não seja depositado.
Como há um déficit de vagas, a Secretaria de Educação paga para alunos estudarem em mais de 50 escolas da rede particular. Mesmo com a parceria, não foi possível oferecer educação a todas as crianças da cidade. O convênio com a rede privada, realizado há cerca de 10 anos, é iniciado em março e vai até dezembro. Neste ano, a Secretaria de Educação pagou somente o primeiro mês. A Escola Brasil Novo, na Zona Norte, já acumula, pelo atraso, nove dias de paralisação. Até quinta-feira mais duas escolas devem aderir, o que significa mais 300 crianças sem aula. A falta de pagamento tem impossibilitado o seguimento das aulas, principalmente porque o Programa Pré-escola para Todos é a principal fonte de renda para as escolas.
Por conta dessa dependência financeira, os diretores de escolas estão com receio de falar abertamente sobre o assunto. Em uma das escolas visitadas pela reportagem da TRIBUNA DO NORTE, mais de 60% dos alunos matriculados são mantidos pela Prefeitura via convênio. A situação se repete em outros estabelecimentos, com pequenas variações. O Programa Pré-escola para Todos paga R$ 56 por aluno. Merenda escolar, material e encargos ficam por conta das escolas. “A maioria dos diretores tem medo de falar com a imprensa porque acham que vão perder o convênio. Mas é preciso denunciar”, disse uma diretora, que também preferiu não ser identificada na reportagem.


Fonte Tribuna do Norte

O Trabalho de Sísifo.

Estava digitando uma prova de matenática e me deparei com a seguinte expressão " o Trabalho de Sísifo", fiquei curioso e resolvi pesquisar e vejam o que descobri sobre Sísifo.

Sísifo fora condenado pelos deuses a realizar um trabalho inútil e sem esperança por toda a eternidade: empurrar sem descanso uma enorme pedra até o alto de uma montanha de onde ela rolaria encosta abaixo para que o absurdo herói mitológico descesse em seguida até o sopé e empurrasse novamente o rochedo até o alto, e assim indefinidamente, numa repetição monótona e interminável através dos tempos. O inferno de Sísifo é a trágica condenação de estar empregado em algo que a nada leva.
Ele amara a vida e menosprezara os deuses e a morte. Por tal insolência fora castigado a realizar um trabalho sem esperança. Sua rebeldia poderia ter sido motivo de reverência por insurgir-se contra o espectro da morte e o poder dos deuses, mas fora castigado por uma justiça duvidosa.
Não seríamos todos Sísifos que fazemos de nossa vida diária uma enorme pedra que levamos ao topo de uma montanha para que role ladeira abaixo e volte a ser erguida no dia seguinte na rotina do trabalho que se repete sem variação ou renovação? Não estaríamos empenhados num grande esforço, numa grande luta, num grande sacrifício que poderia não estar levando a nada como o sisifismo da mitologia?
Talvez nosso trabalho seja uma condenação e nossa vida uma tragédia rotineira. Talvez, num lampejo de consciência, Sísifo tivesse reconhecido o peso de seu infortúnio representado pelo enorme rochedo da materialidade e da inutilidade; consideraria que ele próprio, com a sua mente e sua sensibilidade, estaria assemelhando-se ao rochedo, e que seria necessário reverter aquele processo monótono, cíclico, repetitivo. Talvez fosse possível mudar a rotina absurda de dias, anos e séculos. Preso, no entanto, à mitologia, criado que fora para cumprir esta finalidade pedagógica, nada pode mudar. Ele prossegue no seu tormento para que possamos superar o nosso; é um herói trágico e absurdo.
Para o ser humano existe a possibilidade de modificar a rotina absurda, de lançar longe o rochedo das misérias, da ignorância e da inconsciência; deixar de repetir os dias, os anos e as vidas sem variação alguma para construir o próprio destino. A pedra de Sísifo tem, nos dias de hoje, outros nomes, mas é inútil o trabalho de erguê-la.
Deixemos que o rochedo role ladeira abaixo e que Sísifo prossiga como mito.
Pensemos que poderemos superar aquele trabalho rotineiro, inútil e sem esperança modificando a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro.

[Só faltava essa.] Modelo cria partido para os bonitos

Sanziana Buruiana, de 23 anos, também promete inovações no turismo





O interior não vale nada para a modelo romena Sanziana Buruiana, de 23 anos. Ela acaba de entrar para o mundo da política ao criar um partido voltado para pessoas de boa aparência.
Entre os projetos do partido está a inusitada cobrança de taxas sobre pessoas gordas. A cada quilo que a pessoa exceda o peso ideal será cobrado dez euros, cerca de R$ 22.
Outro inusitado objetivo do partido é retirar do poder todos os políticos gordos e dar chance aos bonitos para melhorar a imagem do país. Imagem essa que deverá ser o carro-chefe do turismo. Buruiana defende que modelos de biquíni sejam as novas guias turísticas.
A proposta do partido da beleza não é apenas contra obesos, mas também contra infiéis. A cada pessoa que fosse pega no flagra com outra pessoa na cama pagaria uma multa de 100 euros, R$ 224. É tanta inteligência que deixa os teóricos babando.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Reflexão: Cavalinho

Certa tarde, um homem saiu para um passeio com as duas filhas, uma de oito e outra de quatro anos. Em determinado momento da caminhada, Helena, a mais nova, pediu ao pai que a carregasse, pois estava muito cansada para continuar andando.
O pai respondeu que também estava muito cansado. Diante da resposta, a garotinha começou a choramingar e fazer "corpo mole".
Sem dizer uma só palavra, o pai cortou um pequeno galho de árvore e o entregou a Helena, dizendo:
- Olhe aqui um cavalinho para você montar, filha! Ele irá ajudá-la a seguir em frente.
A menina parou de chorar e pôs-se a cavalgar o galho verde tão rápido, que chegou em casa antes dos outros. Ficou tão encantada com seu cavalo de pau, que foi difícil fazê-la parar de galopar.
A irmã mais velha ficou intrigada com o que viu e perguntou ao pai sobre como devia entender a atitude de Helena. O pai sorriu e respondeu:
- Assim é a vida, minha filha. Às vezes, estamos física e mentalmente cansados, certos de que é impossível continuar. Mas encontramos então um "cavalinho" qualquer que nos dá ânimo outra vez. Esse cavalinho pode ser um bom livro, um amigo, uma canção...
Assim, quando você se sentir cansado ou desanimado, nunca se deixe levar pela preguiça ou o desânimo.
Lembre-se: sempre haverá um "cavalinho" para cada momento.

Juíza quebra sigilo bancário de 3 ex-secretários de Educação

A juíza da 3ª Vara da Fazenda Pública, Ana Cláudia Secundo da Luz e Lemos, decretou a quebra de sigilo bancário do deputado estadual e candidato a federal, Wober Júnior (PPS), além de Hudson Brandão e Ana Cristina Cabral, três ex-secretários de Educação na gestão da ex-governadora Wilma de Faria (PSB). A decisão da juíza atende ao pedido feito pelo Ministério Público que acusa os réus de cometerem o crime de Improbidade Administrativa (processo n.º 001.10. 020695-7) ao contratarem a empresa Condor, por dispensa de licitação, para prestação de serviços de portaria nas escolas da rede pública estadual no âmbito do município de Natal. A contratação se deu durante a gestão de Wober Júnior (2004), tendo sido mantida quando assumiram o cargo o professor Hudson Brandão e posteriormente Ana Cristina Cabral (entre 2005 e 2006).
O Ministério Público alegou ainda que a “ilegalidade” só cessou após recomendação conjunta nº 011/2007, quando foi realizada licitação para contratação do serviço. Para os promotores, as contratações reiteradas da empresa, além de configurarem ato de improbidade administrativa, ocasionaram “significativa variação no valor da contratação que causou prejuízo aos cofres públicos”. Em face da constatação, os promotores requereram a indisponibilidade dos bens dos três ex-secretários e também a quebra do sigilo.
Ao analisar o caso, no entanto, a juíza Ana Cláudia Secundo observou que não estão individualizados os possíveis prejuízos ao erário e enriquecimento ilícito com relação aos representados pelo Ministério Publico e, por isso, não acatou a indisponibilidade dos bens dos réus. Ela disse haver constatado, contudo, a existência de indícios de atos de improbidade administrativa, o que configura a necessidade de quebra dos sigilos bancários dos acusados. “Pode-se constatar a existência de indícios de atos de improbidade administrativa mas não foram individualizados os possíveis prejuízos ao erário ou enriquecimento ilícito dos demandados. Assim, deve ser indeferido, neste momento, o pedido de indisponibilidade os bens dos demandados”, atestou a magistrada.
No tocante a quebra de sigilos bancário, a juíza explicou que o MP consegue comprovar uma soma de elementos, em detalhes, que merecem a confrontação com os dados bancários requeridos, “especialmente porque questiona desvio de recursos públicos, e possível apropriação dos mesmos pelos acusados”.
Segundo ela, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) já firmou entendimento de que a proteção aos não é direito absoluto, podendo ser quebrados em casos excepcionais e em razão de decisão judicial, quando presentes circunstâncias que denotem a existência de interesse público relevante ou de elementos aptos a indicar a possibilidade de prática delituosa.
Os réus agora têm um prazo de 15 dias para oferecer manifestação sobre a acusação (Processo nº 001.10.020695-7).

Enem aponta deficiências do ensino na rede estadual

Apenas duas escolas do Rio Grande do Norte aparecem entre as 200 melhores do país no ranking divulgado, ontem, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Campus Mossoró do Instituto Federal de Educação Tecnológica do RN ficou com a melhor média estadual 684,67 (135º colocação nacional). O segundo lugar, ficou com o Colégio Ciências Aplicadas que obteve 680,67 como média geral (173º no cenário nacional). O resultado tem como base as médias obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado no ano passado. Tanto que a melhor escola pública do Rio Grande do Norte obteve a 50ª colocação no ranking estadual e 3.909º no nacional. A posição é da Escola Estadual João Soares de Souza, no município de Venha-Ver, que teve 579,33 como média geral. O segundo lugar, entre as escolas públicas do RN, ficou com a Escola Estadual Santos Dumont, em Parnamirim que obteve média 550,06. A escola ficou na 7.005º colocação nacional.
Apesar de terem obtido os melhores resultados entre as escolas públicas estaduais do RN, a diferença das médias dessas escolas com as particulares é grande. Basta comparar a nota do Colégio Ciências Aplicadas (680,67) com a da Escola Estadual João Soares de Souza (579,33) uma diferença de 107,34 na média geral.
Mas, se é difícil localizar as escolas públicas entre as melhores do Enem, elas estão aos montes no fim da lista. No ranking do RN, as dez piores escolas são da rede estadual de ensino. A média mais baixa, 370,58, ficou com a Escola Estadual João Ferreira de Souza, no município de Santa Cruz, que obteve a 360ª colocação estadual e a 17.924ª nacional.
A situação de desigualdade é semelhante em todas as regiões do país. Segundo nota técnica divulgada pelo Inep, das 20 melhores escolas de ensino médio do país, 12 estão na Região Sudeste, quatro na Região Centro-Oeste, quatro na Nordeste e apenas duas são públicas.
As duas únicas instituições públicas da lista das 20 com melhor desempenho no Enem são escolas ligadas a universidades. O Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa (UFV) obteve média total de 734,66 pontos e ficou com a sétima colocação no ranking. Ligado à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), o Colégio de Aplicação Fernando R. da Silveira teve média total de 722,58 e aparece na 17° posição.
Em 2009 houve um aumento no número de escolas de Ensino Médio Regular. Foram 24.253 escolas contra 25.484 em 2008.
O Enem 2009 foi aplicado nos dias 5 e 6 de dezembro do ano passado e avaliou as seguintes áreas do conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, mais a Redação. Quase 2,6 milhões de pessoas fizeram o novo exames, que é usado por algumas universidades como porta de entrada no ensino superior.
Atualmente, a rede ensino do país é constituída por 85% por colégios estaduais, 11% particulares, 3%municipais e 1% federal.

IFRN dá a receita para o sucesso
Pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) obteve a melhor média estadual no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2009). No cenário nacional, a Instituição ocupa a 135ª colocação. Em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, o reitor Belchior Rocha creditou o resultado positivo, profissionais qualificados, programa de assistência ao estudante e comprometimento do aluno.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Rosalba é a mais pobre e prevê gastar R$ 12 milhões na eleição


Democrata apresentou à Justiça Eleitoral declaração de bens no valor de R$ 184 mil; Carlos Eduardo informou R$ 3 milhões e Iberê R$ 2,5 milhões

A senadora Rosalba Ciarlini (DEM) é a mais pobre, oficialmente, entre os que pleiteiam o comando do Governo do Rio Grande do Norte, considerando um cenário com os três candidatos melhores posicionados em pesquisa de intenção de voto. Rosalba, ao registrar sua candidatura, declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que seu patrimônio é de apenas R$ 184 mil. A modéstia dos bens não corresponde ao valor previsto para gastar na campanha eleitoral: de até R$ 12 milhões.
O teto máximo da democrata é o maior entre todos os sete candidatos e o dobro do que prevê gastar o governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) (R$ 6 milhões), que apresentou declaração de bens e direitos à Justiça Eleitoral no valor de quase R$ 2,5 milhões. Esta quantia se aproxima do que foi informado à Corte Eleitoral pelo ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), que demonstrou possuir mais de R$ 3 milhões.
A coligação “Coragem Pra Mudar” (PDT e PCdoB) estima em R$ 2 milhões os gastos com a campanha governamental do pedetista. Carlos Eduardo é o candidato que possui um valor acima do que pretende investir no embate do pleito eleitoral deste ano. Não que o ex-prefeito, assim como os demais candidatos, vá arcar com os custos, para isso há uma equipe buscando financiamento privado de campanha (doações), além de recursos do partido. Mas vale o comparativo.
E comparando é possível observar que Carlos Eduardo declarou ser dono de três apartamentos, que juntos foram avaliados em R$ 575.132,51, possuir 50% de um prédio comercial no bairro do Tirol (R$ 950 mil) e um terreno em Parnamirim (R$ 350 mil).
Já os maiores investimentos de Iberê Ferreira, integrante da coligação “Vitória do Povo” (PSB-PT-PTB-PPS), são em crédito junto à empresa Maricultura Trapiche LTDA no valor de R$ 811.542,99 e capital social na empresa I.F.S Construções e Incorporações LTDA (R$ 570 mil).
A "franciscana" Rosalba, que disse ter R$ 52,37 na poupança, investiu seu total de R$ 184 mil, segundo o documento entregue à Justiça Eleitoral, em bens como, por exemplo, um carro importado no valor de R$ 123.500,00. O segundo bem mais valioso da democrata é outro automóvel, que custa R$ 32.980,00.
Na disputa para o Senado Federal, entre os "caciques", o senador José Agripino Maia (DEM) é o mais rico. Ao requer o registro de candidatura no TRE, o democrata apresentou a declaração de bens e direitos no total de mais de R$ 4,2 milhões. José Agripino integra a coligação “A Força da União” (DEM, PSDB, PMN, PSC, PSL, PRP e PTN), que estima em R$ 6 milhões os gastos com a campanha eleitoral dele.

Charge

Nível superior para quem leciona

Comissão do Senado aprova obrigatoriedade de formação universitária.

A Comissão de Educação do Senado aprovou ontem projeto de lei que torna obrigatória a formação universitária para dar aulas na pré-escola e nas primeiras cinco séries do ensino fundamental.
Pelo texto, sempre que um professor com curso Normal de nível médio for contratado na rede pública, ele terá seis anos para apresentar o diploma de graduação. Caso contrário, ficará inabilitado para a atividade.
Apreciada primeiro na Câmara, a proposta foi modificada pela relatora na comissão, senadora Fátima Cleide (PT-RO). A regra inicial não previa o prazo, proibindo o ingresso de novos profissionais sem a chamada licenciatura de graduação plena.
O critério de seis anos não é provisório, ou seja, valerá toda vez que um docente for nomeado na rede pública. Quem já dá aulas e não tem a formação desejada está desobrigado de buscá-la, pois, tem direito adquirido.
Fátima diz que a proibição seria uma mudança radical. Para ela, o curso Normal de nível médio não é indesejável no magistério. Porém, falta na lei um dispositivo que leve os profissionais a progredirem na carreira.
— O ruim não é o professor ser contratado com nível médio, mas continuar nele — afirmou, acrescentando que a exigência, juntamente com o piso nacional dos professores, é um importante instrumento para melhorar a qualidade da educação.